Portal da Cidade Mogi Mirim

NA REGIÃO CENTRAL

Polícia Ambiental liberta 52 pássaros mantidos em cativeiro em Mogi Mirim

Criador, que não tinha autorização para manter as aves em cativeiro, foi multado em R$ 26 mil

Postado em 22/10/2020 às 20:42

Homens do 1º pelotão da 7ª Companhia da Polícia Militar Ambiental, sediados em Mogi Guaçu, libertaram 52 pássaros que eram mantidos, ilegalmente, em cativeiro em uma casa na rua do Rosário, região central de Mogi Mirim.

A operação foi realizada na manhã desta quinta-feira, em pleno feriado de aniversário da cidade. O criador dos pássaros foi multado em R$ 26 mil, ou R$ 500 por pássaro mantido em gaiolas.

De acordo com os policiais militares cabo Ezequiel e soldado Belchior, as aves mantidas em cativeiros eram todas de espécies da fauna brasileira, como canário da terra, coleirinha, trinca-ferro, sanhaço-gato, curió, bigodinho, galo da campina, tico-tico e sabiá.

As aves não possuíam anelo de identificação e o criador não tinha autorização de nenhum órgão ambiental para manter as aves em cativeiro. Ele foi autuado pelo artigo 25 da resolução 48 da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Essa lei reza que serão multados e até detidos quem matar, perseguir, caçar, apanhar, coletar ou utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente.

Após todos os trâmites legais, os pássaros foram colocados em uma viatura da Polícia Militar Ambiental e transportados para a reserva florestal “Horto São Marcelo”, pertencente à International Paper, em Mogi Guaçu. Lá os pássaros foram soltos sob a supervisão dos policiais ambientais.


Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário