Portal da Cidade Mogi Mirim

BARBÁRIE

Vendedor é assassinado a tiros após assalto em sua casa

O crime chocou o bairro da Nova Santa Cruz; polícia já investiga dois suspeitos baleados e um terceiro que ainda está foragido

Postado em 29/10/2020 às 08:26 |

Casa do vendedor, ainda com o portão aberto; crime covarde

Pelo menos oito cartuchos de calibre 9 mm foram encontrados na cena do crime

A picape Montana usada pelos criminosos, pouco antes de estacionar próximo à casa da vítima

A manhã de quinta-feira (29) começou de forma trágica em Mogi Mirim, com um latrocínio que chocou os moradores o bairro Nova Santa Cruz, Zona Oeste da cidade. O vendedor Paulo César Manara, 56 anos, que trabalhava na empresa Morecap/Vipal, foi assinado após um assalto em sua casa, situada à rua Elisa Mansur Pierobon.

Segundo testemunhas, por volta das 6h30, Manara abriu o portão automático para colocar o lixo para fora. Nesse momento, dois homens que estavam em uma picape Chevrolet Montana, estacionada ao lado da casa da vítima, renderam o vendedor. Ele foi obrigado a entrar na residência com os ladrões. Quando saiam carregando uma TV, o vendedor teria reagido, tomado a arma de um dos assaltantes e disparado contra eles. Porém, a vítima foi alvejada por uma série de tiros de uma pistola 9 mm. Ele ainda chegou a caminhar por alguns metros, mas caiu em frente à sua casa, esvaindo-se em sangue.

Após balearem o vendedor, os bandidos fugiram rapidamente do local e ainda efetuaram disparos para o alto. Só levaram a TV, deixando para trás, inclusive, o celular e o notebook de Manara. Pelo menos oito cartuchos de munição 9 mm foram achados no local do crime. A Polícia Militar foi acionada e chegou ao local.

Manara ainda estava vivo e foi imediatamente levado pelos policiais militares à Santa Casa. Porém, em virtude da gravidade dos ferimentos, ele não resistiu e morreu no hospital. O vendedor levou, pelo menos, quatro tiros, sendo dois na cabeça, um no abdômen e um na perna.

Menos de duas horas após esse latrocínio, a Polícia Militar e Guarda Civil Municipal foram chamadas para atender a ocorrência de um suposto assalto na rua José Felício, no Parque das Laranjeiras, na Zona Leste da cidade. Ao chegarem ao local, os PMs e GCMs encontraram dois jovens baleados.

Eles disseram que eram menores de idade e que haviam sido feridos a tiros por assaltantes. Um deles havia sido baleado no abdômen e outro, na perna. Eles disseram que dois homens, em uma Honda Titan 160, tentaram assaltá-los e, ao reagirem, acabaram feridos a tiros.

A versão não convenceu os policiais. Os rapazes foram levados pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até a Santa Casa, onde receberam atendimento médico. Um dos adolescentes permanece internado, após cirurgia. O outro recebeu alta médica, mas deve permanecer apreendido (preso).

Os dois aparecem nas imagens de uma câmera de segurança participando do latrocínio. O terceiro suspeito, que a Polícia ainda não divulgou o nome, também é visto atirando na vítima. Ele ainda teria deixado os comparsas no Laranjeiras para que simulassem que foram baleados em um assalto e, com isso, pudessem receber socorro médico, sem despertar suspeitas.

A reportagem do Portal da Cidade está acompanhando o caso, que ainda está em andamento, e a qualquer momento poderá trazer novas informações.

Manara era muito conhecido em Mogi Mirim e querido pelos amigos, familiares e colegas de trabalho. Segundo um parente, que foi ao local do crime, ele havia acabado de se tornar avô. Na vizinhança, o clima era de consternação e medo, uma vez que aquela rua era considerada bastante segura pelos moradores.


Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário