Portal da Cidade Mogi Mirim

Alerta saúde pública

Mogi Mirim confirma morte de um homem de 50 anos por febre maculosa

Secretaria de Saúde investiga a transmissão da doença, que geralmente tem como hospedeiro capivaras, mas o homem tinha contato com cavalos

Postado em 19/11/2021 às 07:32 |

(Foto: Internet)

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou o primeiro caso de morte por febre maculosa em Mogi Mirim. A informação foi confirmada na noite desta quinta-feira (18) pela assessoria de comunicação da Prefeitura.

A vítima é um homem de 50 anos, morador da zona leste, que faleceu no dia 21 de outubro e o óbito estava em investigação pela vigilância epidemiológica.

A febre maculosa é uma doença é transmitida por meio da picada do carrapato-estrela infectado e geralmente o principal hospedeiro são as capivaras, mas existem outros animais.

No caso do mogimiriano ainda não se sabe qual o hospedeiro. 

As investigações da vigilância continuam, pois o homem era criador de cavalo e circulava por várias regiões da cidade. Não há informações que o homem frequentava a região do Complexo Lavapés - o zerão - local onde vivem capivaras.

A vigilância já solicitou à Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) que realize a pesquisa para descobrir a transmissão da doença.

Os familiares do homem estão sendo acompanhados e ninguém apresentou sintomas.

Os agentes comunitários de saúde de Mogi Mirim já estão recebendo treinamento e materiais específicos para orientação à população.

O que é Febre Maculosa?

A febre maculosa é uma doença infecciosa, febril aguda e de gravidade variável. Ela pode variar desde as formas clínicas leves e atípicas até formas graves, com elevada taxa de letalidade.

Os principais sintomas da Febre Maculosa são:

Febre acima de 39ºC e calafrios, de início súbito.

Dor de cabeça intensa.

Náuseas e vômitos.

Diarreia e dor abdominal.

Dor muscular constante.

Inchaço e vermelhidão nas palmas das mãos e sola dos pés.

Gangrena nos dedos e orelhas.

Paralisia dos membros que inicia nas pernas e vai subindo até os pulmões causando paragem respiratória.

Além disso, com a evolução da Febre Maculosa é comum o aparecimento de manchas vermelhas nos pulsos e tornozelos, que não coçam, mas que podem aumentar em direção às palmas das mãos, braços ou solas dos pés.

Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias