Portal da Cidade Mogi Mirim

Resultado vereador

Nova composição da Câmara será 60% renovada: saiba quem são os eleitos

Entre os 13 vereadores que disputavam a reeleição, oito deles vão voltar; na lista está a vereadora mais votada da história: Sonia Módena

Postado em 16/11/2020 às 02:51 |

Já era madrugada de segunda-feira (16), quando saiu definitivamente o resultado das eleições municipais, em Mogi Mirim. A grande expectativa era para os nomes dos futuros vereadores do Município, já que horas após o encerramento da votação, o resultado extraoficial dava conta da vitória de Paulo Silva (PDT) e Dra. Maria Alice (SD).

Em Mogi Mirim, o resultado para a Câmara Municipal trouxe alguns destaques: uma vereadora mais votada da história do Legislativo, 60% de renovação dos representantes do povo e a maior bancada feminina com cinco mulheres eleitas para o cargo de vereadora.

Entre os reeleitos, a vereadora Sônia Módena (Cidadania) recebeu mais votos na cidade, um total de 2.356 (5,44% dos votos válidos), superando a marca de José Jorge Módena (tio de Sônia), que em 2004 obteve 2.150 votos nas urnas.

Além disso, entre os outros 12 vereadores que também disputavam a reeleição, sete deles conquistaram o eleitorado novamente. São eles: 

  1. Marcos Antônio Franco - Marcos Gaúcho (PSDB) - 1.745 votos
  2. Luís Roberto Tavares - Robertinho (PL) - 1.144 votos
  3. Tiago César Costa (MDB) - 1.083 votos
  4. Geraldo Vicente Bertanha - Gebê (DEM) - 802 votos
  5. Cinoê Duzo (PTB) - 617 votos
  6. Alexandre Cintra (PSDB) - 581 votos
  7. Orivaldo Ap. Magalhães - Magalhães da Potencial - 497 votos

A Câmara Mogimiriana dispõe de 17 cadeiras. A renovação será de 60%, ou seja, nove novos vereadores vão compor o Legislativo no futuro mandato entre 2021 e 2024. São eles:

  1. João Victor Coutinho Gasparini (DEM) - 836 votos
  2. Lúcia Maria Ferreira Tenório (Cidadania) - 515 votos
  3. Ademir Souza Floretti Junior (Republicanos) - 416 votos
  4. Marcos Paulo Cegatti (PSD) - 404 votos 
  5. Márcio Evandro Ribeiro (Podemos) - 389 votos
  6. Dirceu da Silva Paulino (Solidariedade) - 377 votos
  7. Luzia Cristina Cortes Nogueira (PDT) - 376 votos (Obs: retorna à vereança após quatro anos)
  8. Mara Cristina Choquetta (PSB) - 370 votos
  9. Joelma Franco da Cunha (PTB) - 294 votos

Nas eleições deste ano, houve mudanças no sistema de candidaturas para vereadores, ou seja, foi considerada a soma de votos obtidos por todos os candidatos a vereadores de um partido mais os votos obtidos pela legenda (o eleitor pode dar seu voto a um partido, sem escolher um nome específico lançado por ele).

O total foi usado em uma conta que vai determinar o número de vagas ocupadas por cada partido. O modelo permitiu que um candidato mal votado conseguisse se eleger quando participasse de uma chapa forte ou quando concorria ao lado dos chamados puxadores de votos. 

Os vereadores que tentaram a reeleição e não conquistaram votos suficientes para voltar foram:

  • Cristiano Gaiotto (DEM) - 596 votos
  • Fábio Mota (PSDB) - 370 votos
  • Moacir Genuário (MDB)
  • Baiano do Planalto (Pros) - 463 votos
  • Gerson Luiz Rossi Junior (Cidadania) - 484 votos

Além disso, outros quatro vereadores ou disputaram outros cargos ou não tentaram a reeleição. São eles:

Manoel Eduardo Pereira da Cruz Palomino (DEM) - disputou o cargo de vice-prefeito ao lado de Carlos Nelson (ficou em 2º lugar no resultado final)

André Albejante Mazon (PTB) - disputou o cargo de prefeito ao lado do vice Subtenente Giovani (ficou em 3º lugar no resultado final)

Jorge Setoguchi (PSD) - disputou o cargo de vice-prefeito ao lado de Danilo Zinetti (ficou em 5º lugar no resultado final)

Maria Helena Scudeler de Barros (MDB) - não disputou a reeleição

Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário