Portal da Cidade Mogi Mirim

NA ZONA LESTE

Força Tática da PM acaba com laboratório de refino e distribuição de cocaína

No local foram apreendidos éter, acetona, prensa e material para o refino da pasta base da droga; “casa bomba” abastecia as biqueiras da cidade

Postado em 25/11/2021 às 07:57 |

Uma equipe de Força Tática da Polícia Militar, liderada pelo tenente Henrique Lima e com o sargento Montoni e cabos Goulart e Delfino, fez uma apreensão de quase 12 quilos de substâncias análogas à cocaína na Zona Leste de Mogi Mirim na noite de quarta-feira (24).

Se for confirmado que todo o material é mesmo cloridrato de cocaína, esta apreensão será a maior de 2021.De acordo com os PMs, por volta das 20h30, quando em patrulhamento pelo Sehac, a equipe visualizou um Chevrolet Prisma prata, ocupado por dois homens.

Ao tentarem a abordagem do veículo, o motorista acelerou e tentou fugir da equipe FT. Algumas ruas mais adiante, os suspeitos pararam o veículo e fugiram a pé, embrenhando-se em uma área de mata existente no local. Imediatamente, os policiais militares começaram a vasculhar o carro.

Eles encontraram uma certa quantidade de cocaína, uma conta de luz e uma carteira, com os documentos do dono do Prisma. Os PMs foram até o endereço que constava na conta de Elektro, à rua Ramiro de Castro, no Parque das Laranjeiras.

Ao chegarem ao local, a equipe da FT flagrou um homem atravessando a rua com uma sacola grande. Quando percebeu que estava sendo observado pelos PMs, o suspeito se apavorou, jogou a sacola em um terreno baldio e, mais uma vez, empreendeu fuga.

Na sacola mais drogas foram achadas. Já na casa que o suspeito iria entrar e que deixou aberta, a PM encontrou mais de 11,8 quilos de substâncias análogas à cocaína, além de 935 tubetes da mesma droga, já prontos para a venda.

No interior do imóvel ainda foram localizados um barril de 200 litros de éter, uma prensa industrial, um liquidificador industrial, várias garrafas de acetona e éter, lacradores à vácuo, peneiras e outros materiais relacionados a produção e embalagem de cocaína. Tudo em escala industrial.

CASA BOMBA

Para os membros da Força Tática não resta a menor dúvida que, nesta “casa bomba”, funcionava um laboratório para o refino de pasta base de cocaína e um centro de distribuição da droga para as biqueiras de cocaína da Zona Leste e demais pontos de tráfico da cidade.

A droga apreendida nesta operação foi encaminhada à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Mogi Guaçu, onde foi apreendida. Também foi feito o indiciamento do suspeito que, apesar de conseguir escapar ao cerco da PM, deixou os documentos para trás.

Peritos do IC (Instituto de Criminalística) da Polícia Científica também foram acionados e compareceram ao local da apreensão. A ação também recebeu o apoio de uma segunda equipe de FT, com o sargento Carlos Verne no comando, junto com o cabo Evangelista e soldado Campos.

Uma terceira viatura, com os cabos Torriani e Brunório, também ajudou na ocorrência.


Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias