Portal da Cidade Mogi Mirim

HERÓIS DAS ESTRRADAS

Caminhoneiro feito refém é libertado por policiais rodoviários da SP-147

Assalto aconteceu próximo a uma empresa de Campinas e os dois bandidos foram presos em flagrante

Postado em 21/10/2020 às 09:55

Uma dupla de assaltantes foi capturada pela PMR (Polícia Militar Rodoviária) no início da madrugada desta quarta-feira (20), na rodovia SP-147, no trecho entre Engenheiro Coelho e Mogi Mirim. De acordo com os policiais rodoviários, cabo Renato e soldado De Jesus, eles estavam em patrulhamento pela rodovia quando, pouco depois da meia noite, notaram um caminhão Scania 440R em atitude suspeita.

Na altura do Km 75, o condutor do caminhão, ao ver a aproximação da viatura da PMR, fez um retorno inesperado e em local impróprio. Os policiais militares resolveram, então, abordar o veículo. Logo de cara, constataram que o vidro de uma das janelas da cabine havia sido quebrado. Além disso, o nervosismo do motorista e de seu comparsa denunciou o roubo em andamento.

Ambos foram abordados e descobriu-se que na boleia ainda estava o caminhoneiro, que havia sido rendido pelos marginais. Márcio César Rodrigues Fermino, 35, e Ermison de Oliveira Martinho, 36, ambos moradores de Campinas, foram presos em flagrante e não esboçaram reação. Aos policiais rodoviários, o caminhoneiro contou que havia acabado de descarregar uma carga na empresa HDL de Campinas e aguardava em um pátio para carregar outros produtos com destino a Salvador (BA).

Foi nesse instante que apareceram quatro homens e estouraram o vidro da cabine. Em seguida, dois assaltantes - Márcio e Ermison – assumiram o volante do Scania e obrigaram o caminhoneiro a ficar deitado. O motorista disse que só deixou a cabine quando os bandidos foram presos. O caminhão e o semi-reboque que estava acoplado pertencem à transportadora Translek Logística.

DESMANCHES

Além da prisão em flagrante dos dois marginais, os policiais rodoviários apreenderam um revólver Rossi calibre 32 com cinco munições intactas e um aparelho bloqueador de sinal de rastreador, também conhecido como “capetinha”. Esse equipamento é usado pelos bandidos nas oficinas de desmanche, tornando-se impossível a localização do veículo roubado.

Também vale lembrar que nos últimos meses, a própria Polícia Militar Rodoviária já desmantelou dois desmanches de caminhões que funcionavam às margens da SP-340. Os assaltantes foram encaminhados à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Mogi Mirim, onde permaneciam presos até a manhã de hoje, aguardando transferência para a UDTE (Unidade de Detenção, Triagem e Encaminhamento) de Itapira.


Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário