Portal da Cidade Mogi Mirim

ZONA RURAL DE MOGI

Após assalto, agricultor é mantido refém por quase 12 horas

Quadrilha invadiu um sítio de onde levou um trator e uma roçadeira costal; virando rotina

Postado em 15/10/2020 às 10:13

Uma quadrilha especializada no roubo de máquinas agrícolas e que vem atuando na região nos últimos meses, voltou a agir em Mogi Mirim, na noite do último dia 8. Uma propriedade rural localizada próximo ao CR (Centro de Ressocialização), às margens da SP-191 (Mogi Mirim/Conchal), foi invadida por sete homens armados.

De acordo com os GCMs (Guardas Civis Municipais) Jefferson e Paulo, que atenderam esta ocorrência, o proprietário do sítio, um agricultor de 66 anos, contou que ficou quase 12 horas refém da quadrilha. Ele também afirmou que na noite do assalto, estava na casa, quando foi surpreendido por homens armados, por volta das 19h00.

Uma hora mais tarde, a quadrilha acionou um trator da marca Massey Ferguson, ano 2001, e colocaram em algum transporte, embora a vítima não saiba informar se foi um caminhão ou carreta. Em seguida, seis dos sete assaltantes retornaram e permaneceram no sítio.

A vítima, colocada deitada em uma sala, recebia ameaças constantes e era orientada a não olhar para os criminosos. Quando amanheceu, o agricultor foi solto pela quadrilha. O relógio marcava 6h00 e o sitiante, finalmente, pôde pedir ajuda.

Além do trator, cujo chassi é 275052454 e estava assegurado, os bandidos também levaram uma roçadeira costal Still modelo FS 80. O agricultor disse aos GCMs que não conseguiria identificar o bando, já que todos os assaltantes usavam máscaras e roupas de manga cumpridas para esconder as tatuagens.

Ele foi trazido à CPJ (Central de Polícia Judiciária) para prestar queixa do roubo. O caso agora vai ser transferido para o SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil.


Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário