Portal da Cidade Mogi Mirim

Banco do Povo

R$700 mil foram emprestados por empresários mogimiranos em três anos pelo Estado

O governo estadual injetou este valor através do Banco do Povo; ajuda financeira pode ser solicitada por empreendedores através do Serasa

Postado em 03/05/2021 às 15:21

Os empresários guaçuanos tem recebido apoio financeiro estadual para manter o funcionamento durante a pandemia. Nos últimos três anos, R$ 757.544,60 foi emprestado para empreendedores de Mogi Mirim que solicitaram a ajuda junto ao Serasa.

Este valor é a soma dos valores que entraram no município nos últimos três anos: em 2019, R$ 437.665,80 foi emprestado em 44 operações; em 2020, R$ 253.340,60 foi investido em 19 operações; já em 2021, R$ 66.538,20 já foram recebidos por empreendedores mogimirianos em 5 operações.

Entre os setores que mais solicitaram crédito nos municípios estão o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, cabeleireiros, manicure e pedicure, lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares.

A linha emergencial de empréstimo atende os setores mais impactados com a pandemia e as restrições que tiveram que ser impostas para evitar a disseminação da Covid-19 em todo o estado. Podem solicitar os empreendedores formais (inclusive MEI, ME, EPP, LTDA e EIRELI) sem restrições creditícias junto ao SERASA e que realizaram cursos dos programas Empreenda Rápido ou Empreenda Mulher. A consulta no Cadin estará suspensa. Para saber mais, clique aqui.

O Governo de São Paulo, desde o início da pandemia, através do Banco do Povo e Desenvolve SP injetou cerca de R$ 2,3 bilhões na economia paulista. Somente em 2021, foram R$ 275 milhões em créditos com recursos próprios do tesouro estadual pelo Desenvolve SP e Banco do Povo.


Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">