Portal da Cidade Mogi Mirim

Reflexo paralisação

Mogi Mirim: postos registram filas para abastecimento; combustível está no fim

O cenário é reflexo das paralisações e manifestações dos caminhoneiros em apoio ao presidente Jair Bolsonaro

Postado em 09/09/2021 às 09:57 |

Posto da Santa Cruz (Foto: Cláudio Felício/Portal da Cidade de Mogi Mirim)

Posto entrada do Murayama (Foto: Cláudio Felício/Portal da Cidade de Mogi Mirim)

Posto do Parque da Imprensa (Foto: Cláudio Felício/Portal da Cidade de Mogi Mirim)

Posto do Parque da Imprensa (Foto: Cláudio Felício/Portal da Cidade de Mogi Mirim)

Posto às margens da SP-340 (Foto: Cláudio Felício/Portal da Cidade de Mogi Mirim)

Posto na Padre Roque (Foto: Cláudio Felício/Portal da Cidade de Mogi Mirim)

O reflexo da manifestação e paralisação de caminhoneiros em todo país também já pode ser visto em Mogi Mirim.

Diversos postos de combustíveis da cidade amanheceram lotados, com extensas filas de carros, motos e outros veículos que foram na busca de garantir o tanque cheio, considerando a possibilidade da falta de combustível.

Nos postos de combustíveis no Parque da Imprensa e na entrada do bairro do Murayana, por exemplo, a demora para abastecer está sendo de cerca de uma hora e meia ou até duas horas até o atendimento, pois não bastasse encher o tanque, muitos motoristas estão levando galões para fazer reservas de combustíveis.

Normalmente, o posto do Parque da Imprensa, por exemplo, já registra bastante movimento, no entanto, nesta quinta-feira, a fila de veículos podia ser vista por vários quarteirões de ruas do bairro.

Segundo relato de frentistas, o medo dos motoristas é com falta de etanol e gasolina ou gás e também com a possível alta dos preços quando terminar as paralisações dos caminhoneiros.

O grande movimento começou por volta das 7h. Cerca de duas horas depois, já tinha acabado a gasolina em várias bombas do posto. Por volta das 10h, somente duas bombas tinham o combustível. Segundo os frentistas, se o fluxo continuar intenso, é possível que no meio da tarde já não tenha mais o produto. E não há expectativa de chegar caminhões para reabastecer. 

No início desta quarta-feira e madrugada desta quinta-feira, os caminhoneiros iniciaram bloqueios nas estradas de todo país em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

ATUALIZAÇÃO

Por volta das 12h, a reportagem do Portal da Cidade de Mogi Mirim percorreu vários outros postos de combustíveis na cidade e observou que também há extensas filas de veículos como nos estabelecimentos no Santa Cruz, às margens da SP-340, na Padre Roque - no centro -.  




Fonte:

Receba as notícias de Mogi Mirim no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias